O ConsultórioFonoaudiologiaServiçosArtigos

HomeA ProfissionalConvêniosLinks ÚteisContatos
 
 

                                                                                                                                                  retorno

A necessidade que a fonoaudiologia tem de se interrelacionar com:

. PSICOLOGIA: o objeto central do estudo do fonoaudiólogo é a comunicação humana. Para tanto, em casos que necessitem a intervenção psicoterápica conjugada ao tratamento fonoaudiólogo, possibilitará uma compreensão e expressão mais efetiva.

. OTORRINOLARINGOLOGIA: especialidade da medicina que trata ouvido, nariz e garganta. O otorrinolaringologista deve manter saudáveis estas estruturas para que o tratamento funcional possa ser iniciado pelo fonoaudiólogo, nas diferentes patologias.

. FISIOTERAPIA: auxilia a fonoaudiologia quanto à postura, à respiração e atividades físicas adequadas, relacionando-as às funções estomatogmáticas.

. ORTODONTIA: o fonoaudiólogo diagnostica e atua com exercícios que são capazes de corrigir a respiração bucal, padrões de mastigação e deglutição, bem como vícios posturais da língua, cooperando com a ortodontia.
 

A ortodontia é uma especialidade da Odontologia que estuda a oclusão dentária, tendo como objetivo fazer o paciente atingir o melhor em forma, função e estética dentofacial.

..PERIODONTIA: a intervenção da Fonoaudiologia atenuará  fatores de risco deletérios à ambas especialidades.

 
A periodontia é a  especialidade odontológica responsável pela prevenção, diagnóstico e tratamento das inflamações e infecções que acometem e destroem as estruturas de proteção e sustentação dos dentes naturais e implantes.

. PEDAGOGIA: o fonoaudiólogo trabalha junto ao pedagogo nas áreas de elaboração de planejamento escolar (prevenção) e fazendo sugestões quanto às atitudes a serem seguidas pelo educador e/ou paciente na área da linguagem.

ESCOLAS

O compromisso de uma escola é o de dar a melhor educação possível para cada criança. Para isso é necessário conhecê-la integralmente, considerando cuidadosamente todos seus aspectos perceptuais e cognitivos.

O campo de trabalho da fonoaudiologia na escola compreende:

1 Prevenção.

A intervenção preventiva abrange alguns aspectos:

  • detecção precoce de transtornos nos primeiros anos de escolaridade;

  • trabalho de informação aos pais educadores;

  • intervenção direta, como por exemplo, na realização de estimulação dentro da sala de aula, junto com o professor, buscando facilitadores de aprendizagens.

Obs: Por este motivo oferecemos Cursos nas escolas para pais e professores que desejam saber mais sobre a Fonoaudiologia e como melhor ajudar seus filhos e alunos a participarem desta sociedade cada vez mais competitiva

2 Avaliação e diagnóstico.

Esta é uma área onde a atuação do fonoaudiólogo se faz quase que individualmente, ou seja, independente da equipe educacional, uma vez que se tem como objetivo avaliar a comunicação oral, escrita e aspectos relacionados a elas. 

Após o levantamento dos dados obtidos, o fonoaudiólogo tem condições de orientar os pais e os professores das crianças que apresentem problema quanto às medidas a serem tomadas.

3 Tratamento.

Necessitando do atendimento terapêutico, acreditamos que este deva ser realizado por profissionais e/ou serviços especializados. 

4 Acompanhamento de casos.

Deve ser realizado em todos os casos que tenham sido encaminhados a outros serviços ou profissionais. Nestes casos o fonoaudiólogo pode ser o elo entre o professor e o especialista, facilitando a troca de informações.

EMPRESAS

Várias empresas já assimilaram que investir no material humano de sua equipe (gerentes, supervisores, operadores, etc...) muitas vezes é a chave para o aumento dos negócios e consequentemente da lucratividade.  

É importante ressaltar que a maneira de falar também faz parte da imagem expressada pela empresa. A atuação fonoaudiológica, já amparada pelas leis trabalhistas quanto aos aspectos auditivos (avaliação audiológica dos trabalhadores) e ergonômicos, tem sido requisitada de diversas maneiras e irá variar de acordo com as necessidades de cada empresa.

HOSPITAIS

O trabalho do fonoaudiólogo e hospitais tem por finalidade acompanhar o paciente e distintas áreas, fazendo parte do corpo clínico.

- Setor de Neurologia.

O fonoaudiólogo avalia o paciente que teve como conseqüência de embolias, enfartes, tromboses, aneurismas, tumores, ferimentos por quedas ou armas de fogo, a afasia. Esta significa a perda total ou parcial da capacidade de se usar a linguagem oral e/ou escrita.

Em seguida, o terapeuta traça o tratamento planejado de acordo com o nível de instrução do paciente, suas preferências pessoais e grau de perda verificado.

Orienta os familiares quanto se pode ajudar, estimular e incentivar o afásio, ao sair do hospital.

Em caso de paralisia facial ideopática (quando há compressão do nervo) há indicação da intervenção cirúrgica e atuação fonoaudiológica.

- Setor de Otorrinolaringologia.

O fonoaudiólogo poderá acompanhar os pacientes nas diferentes intervenções na área de patologia vocal (módulos, pólipos, carcinomas, laringectomias..) e auditiva (má formação do aparelho auditivo, implantes cocleares, etc...). Orientando o paciente e familiares, condutas facilitadoras para a recuperação e posterior tratamento fonoaudiológico.

- Setor de Cirurgia Plástica

Quando se trata de paciente portador de fissura palatina e lábio leporino, a fonoaudiologia integra a equipe multi-disciplinar com o objetivo de acompanhar o paciente antes e depois das cirurgias necessárias. Este acompanhamento se faz através da avaliação, orientações periódicas e encaminhamentos

- Setor de Cirurgia Buco-Maxilo-Facial

Os indivíduos adultos portadores de desproporções maxilomandibulares possuem características miofuncionais orais próprias ao tipo de desproporção que apresentam. Estas alterações funcionais são, na verdade, adaptações que foram desenvolvidas para viabilizar as funções estomatogmáticas. Em casos como esses, a cirurgia ortogmática corrige essas discrepâncias, e, associada à ortodontia corrige as posições dentárias em fase pré e pós-cirúrgica. A fonoaudiologia atua então na reeducação da forma, restabelecendo as funções estomatogmáticas.

- Setor de Neonatologia.

TEATRO

Os indivíduos que fazem uso da voz como principal instrumento de trabalho são denominados profissionais da voz. Dentre estes podemos citar os atores, cantores, locutores, apresentadores, dentre outros. 

Devido ao avanço da ciência, os profissionais da voz procuram meios de aperfeiçoá-la, de acordo com as suas necessidades. O fonoaudiólogo, então, passa a assumir um importante papel, tendo em vista que é o profissional que lida com a maneira mais ampla da comunicação.

Não realizamos impostação de voz. Somente trabalhamos com processos vocais patológicos.

Fga. Mariza Celia Teixeira de Assis Pinto - CRFa: 5644/RJ


Designer